Escreva-se no meu canal

domingo, 21 de maio de 2017

VIAGEM AO PASSADO: Prefeito tentou vender metade da Praça Sérgio Magalhães

Por Paulo César Gomes


Praça Sérgio Magalhães na década de 1970

Em março de 1972 uma polêmica tomou conta das ruas de Serra Talhada, tudo porque o então prefeito Nildo Pereira, enviou mensagem a Câmara de Vereadores solicitando a autorização para a venda da metade da Praça Sérgio Magalhães para o Banco do Brasil.

Os nove vereadores da época, que faziam parte da Aliança Renovadora Nacional (ARENA), aprovaram por unanimidade a transação. O problema é que a população se revoltou e não concordou com a iniciativa dos dois poderes.

Não se sabe ao certo o desfecho da história, isso porque não se encontra registros do evento até porque a cidade não possui o arquivo público, mas uma reportagem na edição do Diário de Pernambuco, do dia 25 de março de 1972, atesta a veracidade do episódio.

Por outro lado, é fato comprovado que em várias cidades do interior do país, o Banco do Brasil construiu agências no meio de praças públicas.

No caso de Serra Talhada, agência acabou sendo construída no entorno da Praça Sérgio Magalhães e não no meio, como era o objetivo inicial.

Arquivo e pesquisa Paulo César Gomes


Página do Diário de Pernmabuco

Nenhum comentário:

pop up livro 2

Untitled Document